Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de São Francisco de Paula - RS e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Imagem Topo
Prefeitura Municipal de São Francisco de Paula - RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
02
02 AGO 2022
São Francisco de Paula recebe Festival De Choro Da Serra Gaúcha nos dias 19, 20 e 21 de agosto
enviar para um amigo
receba notícias

São Francisco de Paula, a cidade do Paralelo Festival, da Beatles Weekend, do Mátria Jazz Festival e do Festival do Pinhão, acaba de ganhar mais um evento cultural, o Festival De Choro Da Serra Gaúcha

Unindo música e ensino musical de qualidade, aliado ao turismo diferenciado do município, o Festival de Choro da Serra Gaúcha movimentará a cidade com shows, aulas, palestras e rodas sobre o gênero musical brasileiro. De 19 a 21 de agosto, o público poderá conferir apresentações e rodas de choro com sete grandes atrações: os grupos Sexteto Gaúcho, Choro das Gurias, Naquele Tempo, Chorei Sem Querer, Descendo a Serra, além dos especiais Seresteiros do Brasil com o cantor Gabriel Maciel e a Gafieira do Festival comandada pelo pianista Fernando Leitzke . 

Durante os três dias, estudantes de música e o público em geral  poderão participar das atividades formativas do festival, onde aprenderão mais sobre o primeiro gênero musical brasileiro. O acesso aos shows e oficinas é gratuito e aberto a todos os públicos. Ao todo serão 11 shows e 3 oficinas que percorrerão diversos pontos da cidade como a Livraria Miragem, o hotel Parador Hampel, a Igreja Matriz, escolas municipais e o Mátria Parque de Flores entre outros locais. 

A programação conta com o patrocínio da prefeitura municipal, apoio de Auro Ruschel Advogados Associados e é uma realização da Branco Produções e Oficina de Choro.

O Choro
Choro é a música do Brasil, nossa primeira música urbana nascida há quase 200 anos mistura o que há de mais original em suas diversas influências caracterizando um gênero musical plural e representativo.

Inicialmente desenvolvido no Rio de Janeiro, rapidamente o choro se espalhou por todo o país somando assim características regionais e naturalmente criando diferentes sotaques para a mesma música. Nos últimos 15 anos um grande movimento educacional fez aumentar significativamente a prática de choro. Iniciativas como a da Escola Portátil de Música - EPM, hoje com mais de mil alunos e a Oficina de Choro de Porto Alegre com mais de 15 anos de experiência no ensino de choro, fizeram o gênero crescer em ritmo acelerado. São milhares de chorões frequentando as escolas de música em busca do conhecimento e da prática deste ritmo tão genuíno. São milhares de pessoas que participam das rodas de choro e de shows que se multiplicam por todo o Brasil, além de festivais de expressão regional e nacional.

Serra Gaúcha - Uma atração à parte
A Serra Gaúcha é referência nacional e internacional em termos turísticos. Cidades como Gramado e Canela são dos maiores destinos turísticos do Brasil atraindo milhões de visitantes todos os anos. Recentemente a Serra Gaúcha ganhou um novo e incrível atrativo: os Campos de Cima da Serra, com seus campos de altitude e cânions de tirar o fôlego. Os municípios dos Campos de Cima da Serra trazem ainda uma experiência peculiar e única: os costumes, a cultura, a culinária e os hábitos do gaúcho. Esta vivência diferenciada vem ganhando destaque e chamando a atenção de turistas de vários pontos do Brasil e do mundo. Dentre os municípios dos Campos de Cima da Serra, um vem se destacando por seus investimentos na área turística: São Francisco de Paula. São Chico, como é carinhosamente chamado por seus habitantes, conta com paisagens espetaculares, cultura e gastronomia gaúcha e vem investindo maciçamente em shows e eventos musicais.

A Serra Gaúcha, os Campos de Cima da Serra, o município de São Francisco de Paula são o destino perfeito para os amantes do chorinho. 

Programação:
DIA 19/08, SEXTA-FEIRA
10h30 - Oficina de Choro em escola pública municipal
14h30 - Oficina de Choro em escola pública municipal
19h00 - Shows com os grupos Choro das Gurias e Naquele Tempo (Igreja Matriz)
20h30 - Show Sexteto Gaúcho com participação de Gabriel Maciel (Miragem Livraria)
           - Trio Itinerante nos bares e restaurantes de São Chico
21h00 - Roda de choro (Restaurante Sabor da Serra)


DIA 20/08 - SÁBADO
10h30 - Painel "Mulheres no Choro" com o grupo Choro das Gurias (Miragem Livraria)
13h00 - Show com grupo Descendo a Serra (Parador Hampel)
14h00 - Oficina de Choro com Mathias Pinto e grupo Naquele Tempo (Centro de Informações Turísticas)
15h00 - Show com grupo Naquele Tempo (Centro de Informações Turísticas)
16h00 - Shows com os grupos Choro das Gurias, Chorei sem querer e Seresteiros do Brasil (Mátria Parque das Flores)
20h00 - Shows com Descendo a Serra, Naquele Tempo e Gafieira do Festival (Parador Hampel)

DIA 21/08 - DOMINGO
11h00 - Roda de Choro de Encerramento do Festival (Lago São Bernardo, próximo ao pedalinho)

Atrações:

Sexteto Gaúcho
Grupo formado em 2012 por músicos que se conheceram nas rodas de choro da capital do Rio Grande do Sul. O Sexteto Gaúcho apresenta sonoridade tradicional dos conjuntos brasileiros de choro incluindo composições contemporâneas de seus próprios integrantes. O grupo lançou seu disco de estréia “Bicho Solto” em 2019, que ganhou o prêmio Açorianos de melhor produtor musical (Mathias Pinto). Na sua formação: Mathias Pinto (violão 7), Alexandre Susin (cavaquinho), Guilherme Sanches (pandeiro), Lucian Krolow (flauta), Matheus Kleber (Acordeon) e Elias Barboza (Bandolim)

Choro das Gurias
Composto por Ange Bazzani no fagote, Julia Lorenz no bandolim, Júlia Valentini no violão, Ju Rosenthal no cavaquinho, Natália Santos no pandeiro e Stefania Colombo na flauta transversa, o grupo possui uma formação camerística. Com uma linguagem musical voltada para a música brasileira, especificamente do choro, o grupo apresenta-se como parte desta cultura musical “chorona” da cidade de Porto Alegre – RS.

Naquele Tempo
O grupo Naquele Tempo surge da ideia de propagar a cultura do choro em Porto Alegre. Com o interesse de divulgar esse gênero ao maior número de pessoas possíveis, tocamos nas ruas da cidade, dando livre acesso a todos a essa música que é parte fundadora do nosso jeito de tocar e de se expressar musicalmente. Acreditamos que o choro carrega consigo toda a alegria e a tristeza, toda a malandragem, toda a sensibilidade e toda a riqueza de nosso país, e desejamos que todos os brasileiros saibam da existência dessa nossa música. Que todos possamos apreciá-la, entendê-la e valorizá-la neste, naquele e nos próximos tempos que virão! Na formação do grupo: Alexandre dos Santos (violão 7), Vorô silva (cavaco), Eduardo Rukat (cavaco), Stefania johnson (flauta transversal),João Aquino (violão 6),Maicon Ouriques (percussão), Thayãn Martins (pandeiro).
 
Chorei sem querer
O Grupo Chorei Sem Querer nasceu em 2018, na cidade de Pelotas, de forma despretensiosa, após uma sucessão de encontros musicais entre amigos. A formação atual reúne integrantes de várias regiões do Brasil: a flautista Júlia Alves e o guitarrista Gustavo Mustafé são ambos do estado de São Paulo, o violonista 7 cordas Vasco Jean Azevedo é mineiro e o pandeirista Daniel Ortíz é gaúcho. Com quatro anos de atividade, o grupo vem se destacando pelas inovações na formação instrumental e na construção de novos repertórios, sobretudo de música autoral produzida na região. Integrantes: Alexandre dos Santos, Maicon Ouriques, Julia Alves e Gustavo Mustafé.

Descendo a serra
Formado em 2018 por João Seben ao bandolim, Zeca Duarte ao violão de sete cordas e Felipe de Moraes ao cavaquinho. Em 2020 lançou seu primeiro EP com cinco músicas autorais e atualmente se prepara para lançar uma segunda remessa de registros inéditos, buscando difundir a cultura do Choro na região da serra gaúcha. Formação: João Seben (bandolim), Zeca Duarte (violão sete cordas) e Felipe de Moraes (cavaquinho)

Seresteiros do Brasil
Reúne os músicos Gabriel Maciel (Voz), Fernando Leitzke (Piano), Mathias 7 Cordas (Violão) com participação especial de Vinicius Ferrão (Bandolim e Violão Tenor) em um show que valoriza o repertório de choros cantados e serestas dos grandes compositores da MPB como Pixinguinha e Nelson Cavaquinho, passando por nomes como professor Darci Alves e Silvio Caldas. Gabriel Maciel é um dos seresteiros em atividade em Porto Alegre, líder de diversos grupos de MPB ele conduz com maestria o show Seresteiros do Brasil relembrando valsas, choros, serestas, sambas-canção em um universo intimista.
 
Gafieira do Festival de Choro
A Gafieira é o show de encerramento do Festival de Choro,  onde teremos um repertório muito animado, repleto de sambas de gafieira instrumentais e cantados com arranjos de sopro especiais, contando com participações de diversos músicos dos grupos participantes do festival. Quem comanda a gafieira é o pianista Fernando Leitzke acompanhado por Gabriel Maciel (Voz), Mathias 7 Cordas (Violão 7), Guilherme Sanches (Pandeiro), Maicon Ouriques (Percussão), Lucian Krolow (Flauta) e Hudson Cruz (Trompete).

Serviço:
FESTIVAL DE CHORO DA SERRA GAÚCHA
DE 19 A 21 DE AGOSTO DE 2022
TODAS AS ATIVIDADES TEM ENTRADA FRANCA
APOIO: AURO RUSCHEL ADVOGADOS ASSOCIADOS
PATROCÍNIO: PREFEITURA DE SÃO FRANCISCO DE PAULA
REALIZAÇÃO: BRANCO PRODUÇÕES  E OFICINA DE CHORO

Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia